Efeitos colaterais da pílula do dia seguinte

A pílula do dia seguinte é um método de emergência usado pelas mulheres para evitar uma possível gravidez depois de manter relações sexuais sem o uso de camisinhas, ou se o preservativo estourar, enfim, se houver suspeitas de gravidez depois de 24 horas da relação sexual.

Mas, a pílula do dia seguinte não deve ser usada frequentemente pela mulher, somente em casos de extrema urgência. A pílula possui uma alta dosagem de hormônios, o que pode causar diversos efeitos colaterais, como dores de cabeça, sensibilidade nos seios, náuseas e vômitos, alteração no ciclo menstrual.

Se ocorrer diarréia ou vômito depois de duas horas da ingestão da pílula é necessário tomar uma outra drágea, para que a possibilidade de uma gravidez seja descartada. E junto com a pílula do dia seguinte, deve ser tomado algum remédio que evite a náusea e a diarréia. No entanto, é importante saber que é  preciso ter uma prescrição médica para tomar os medicamentos. A auto-medicação pode ser muito perigosa para a sua saúde.

Saiba que a pílula não serve como um método abortivo, pois ela age antes da gravidez acontecer.

A pílula do dia seguinte é contraindicada em casos de doença hematológica (do sangue), vascular, hipertensão ou em casos de obesidade mórbida.

Jamais utilize a pílula como um método contraceptivo, devido ao fato de que o seu uso pode afetar o aparelho reprodutor. A curto prazo poderá causar uma revolução na produção de hormônios da mulher. E a longo prazo, a mulher poderá perder uma trompa, dificultando uma futura gravidez.

Leia também:

Efeitos colaterais anticoncepcional level
  • Efeitos Colaterais pílula do dia seguinte
  • Qual anticoncepcional não engorda?
  • Pílula anticoncepcional masculina
  • Anticoncepcionais mais usados
    Tags: ,

    Deixar um Comentário

    Enviar Comentário

    © 2011 Assuntos Gerais. Todos os direitos reservados.